Chá Matcha Emagrece: Benefícios e efeitos no organismo?

Apesar de ser uma novidade que vem tomando força no ocidente, o chá Matcha é extremamente comum e amplamente difundido no oriente, em especial no Oriente Médio, de onde é originário.

Assim como o chá verde, o chá preto e o chá branco, o chá Matcha também vem da Camellia sinensis, planta oriental. Apesar de terem origem da mesma planta, cada um deles é original de uma parte específica desta, o que os torna singulares. Mesmo o chá Matcha e o chá verde, os mais semelhantes entre si pela coloração, não podem ser nem remotamente confundidos.

O sucesso ocidental do chá Matcha é devido, basicamente, aos seus resultados impressionantes entre aqueles que desejam perder peso de forma rápida e saudável. Além disso, alguns estudos vêm demonstrando que este chá possui propriedades interessantes para tratamentos de diversos problemas de saúde, como câncer, dores musculares e colesterol.

Descubra tudo sobre o chá Matcha, o chá que vem se popularizando cada vez mais entre os ocidentais!

O chá Matcha e a redução de peso

Imagem de Frappuccino de Matcha

Frappuccino de Matcha

Não há muitas dúvidas: o chá Matcha é uma das melhores opções para aqueles que buscam por um método de emagrecimento natural e saudável.

Este chá possui efeito diurético, assim como diversos outros produtos naturais, o que auxilia na perda de peso por liberação de líquidos.

Seu grande diferencial em relação aos demais chás e ingredientes diuréticos está na intensidade de seus efeitos: o chá Matcha registra resultados muito superiores à maior parte de seus concorrentes, quando o quesito é a ação diurética.

Com pequenas doses diárias e pouco tempo de consumo os efeitos deste chá já costumam ser notados.

Os efeitos do chá Matcha para a saúde

Mais que apenas o diurético, o chá Matcha também tem ação antioxidante, é rico em fibras e em L-teanina, aminoácido estimulante para o cérebro. Por isso, além de seus resultados impressionantes sobre a retenção de líquidos, este chá possui uma ampla gama de benefícios para a saúde de seus consumidores, tais como:

  • Recuperação muscular
  • Redução do nível de colesterol ruim
  • Mantém a disposição e atenção
  • Redução do estresse
  • Redução da celulite
  • Retarda o envelhecimento

Como se não bastasse, alguns estudos tem demonstrado que o chá Matcha pode ser utilizado de forma complementar na prevenção do câncer. Aparentemente, ele combate de forma natural as células cancerígenas, antes que elas tenham força para se desenvolver.

Efeitos colaterais do chá Matcha

Para os fascinados por esta ampla variedade de benefícios, vale lembrar o conceito mais importante da nutrição moderna: nada é proibido, desde que seja medido. Isso quer dizer que somos livres para consumir qualquer alimento, desde que moderadamente.

Devido a sua grande concentração de cafeína, clorofila e antioxidantes, existem alguns efeitos colaterais para o caso do consumo excessivo do chá Matcha:

  • Insônia
  • Dor de cabeça
  • Dor no estômago
  • Irritação
  • Diarreia
  • Azia

Recomenda-se que o consumo do chá Matcha não ultrapasse a marca de 5 xícaras/dia e seja ingerido entre as refeições.

Este chá não é indicado para aqueles que sofrem frequentemente com labirintite ou que possuem doenças estomacais, como gastrite e úlcera.

Devido ao seu efeito estimulante, o Matcha é desaconselhado para aqueles que sofrem com altos níveis de ansiedade, principalmente em dias ou semanas particularmente ansiogênicas.

Inserindo o chá Matcha na dieta

Aos poucos, o chá Matcha vem firmando um espaço importante na culinária ocidental. Substituindo diversas receitas tradicionalmente preparadas com chá verde, o Matcha pode ser utilizado na preparação de:

  • Bolos
  • Doces
  • Sorvetes
  • Pães
  • Vitaminas
  • Sucos

Basicamente qualquer receita com chá verde pode ser adaptada, abrindo espaço para o consumo desta novidade que veio com força do oriente.

Aqui vai uma ressalva para aqueles que preferem consumir o Matcha da forma tradicional, ou seja, como chá: não ferva o chá juntamente com a água. Inserir o chá antes da água estar quente não o fará perder suas propriedades e nem prejudicará sua saúde, apenas deixa o líquido com gosto particularmente desagradável.

O ideal é que a água seja fervida primeiro. Com a água já quente, coloque o pó do chá Matcha na xícara e, lentamente, acrescente a água quente em cima. A medida mais indicada é 1 ou 2 colheres de chá para cada 50ml de água (o que corresponde à 1/4 de copo, mais ou menos). É possível adoçar o líquido à gosto.

Já conhecia o Matcha? O que achou das dicas?

Deixe um comentário com sua opinião e mostra estas informações para seus amigos.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *