Cúrcuma Emagrece? Conheça os benefícios

A cúrcuma é uma especiaria originária da Ásia, principalmente da Índia e Indonésia. Apesar dos apelidos, não confunda a cúrcuma com o tempero nomeado somente como açafrão.

A especiaria é amplamente utilizada em algumas regiões, e recebe os mais variados nomes, dentre os quais destacam-se: Açafrão da terra, Turmérico, Raíz de sol, Açafrão da Índia, Açafroa e Gengibre amarelo

Esta especiaria é uma planta herbácea pertencente a família do gengibre. A cúrcuma possui um componente utilizado no tempero pó de caril e sua característica mais importante é a cor amarela. O pó extraído da raiz seca desta especiaria é amplamente utilizado na indústria alimentícia e farmacêutica, uma vez que a cúrcuma é comumente utilizada como corante para alimentos e medicamentos.

Além das inúmeras utilizações na culinária, a cúrcuma possui funções terapêuticas.

Rico em em fibras, vitaminas e efeito termogênico, a cúrcuma tem sido, também, uma poderosa aliada nas dietas  de emagrecimento. Conheça aqui os benefícios da cúrcuma e os melhores modos de a utilizar na perda de gordura corporal.

Propriedades Nutricionais da Cúrcuma

Imagem de pó de cúrcuma

Pó de cúrcuma

A cúrcuma contém compostos bioativos chamados curcuminóides, sendo a curcumina o mais importante deles. Esta especiaria possui efeito anti-inflamatório, antibacteriano e antioxidante significativo.

Algumas pesquisas demonstram que a inclusão da cúrcuma na dieta de pacientes com mal de Alzheimer funciona como uma medida complementar importante ao tratamento. Alguns especialistas salientam que o efeito é mais intenso quando associado à vitamina D3. Vale lembrar que o Sol é o mais importante fornecedor de vitamina D de que temos notícia, o que significa que a exposição aos seus raios pode ser uma boa ideia.

Quem possui histórico familiar de mal de Alzheimer e busca por alternativas de prevenção a inclusão da cúrcuma na dieta pode ser uma aposta interessante. Isso porque os pesquisadores relatam que a especiaria não apenas é capaz de tratar casos da doença, como demonstrou efeitos de prevenção bastante positivos.

Além do mal de Azheimer, esta familiar do gengibre contribui para tratamentos de diversos tipos de câncer e doenças cardiovasculares, comumente conhecidas como “doenças do coração”.

A ação anti-inflamatória e antioxidante da cúrcuma é responsável pela remoção de placas no cérebro, fato que a faz ser tão interessante para o tratamento e prevenção de diversas doenças conhecidas, tais como:

  • Indigestão, acidez gástrica e outros problemas do sistema gastrointestinal
  • Falta de apetite
  • Problemas no fígado
  • Artrite
  • Eczema
  • Reumatismo
  • Psoríase
  • Asma
  • Cólicas menstruais
  • Diabetes

A Cúrcuma realmente emagrece?

A resposta para a grande pergunta é sim. A cúrcuma realmente auxilia no emagrecimento.

A especiaria não é responsável diretamente pela perda de massa gorda do corpo, mas seus efeitos benéficos não são positivos apenas para a saúde. Os efeitos da cúrcuma com sua ação antioxidante, antibacteriana e anti-inflamatória possui umas consequências bem interessantes para quem busca pela perda de peso: a limpeza de toxinas e inflamações que normalmente estão associadas ao acumulo de massa gorda e, consequentemente, de peso.

O auxilio no processo digestivo também é importante para aqueles que buscam pela especiaria com o objetivo de perderem peso. Isso porque, com o sistema digestivo funcionando melhor, o organismo é capaz de separar as proteínas e vitaminas dos alimentos e liberar os componentes que não são interessantes para o nosso corpo mais rapidamente.

Cúrcuma: Como tomar ou consumir nas refeições?

É possível utilizar a especiaria para decorar os mais variados pratos, tais como:

  • Molhos
  • Sopas
  • Carnes

O preparo é simples: basta dissolver o pó em um caldo quente antes de acrescentar na receita.

Outra opção é misturar uma colher de café com o pó de cúrcuma em um copo de água fervente. Deixe o líquido esfriar e pronto: você já pode bebê-lo. O mais indicado é tomar até 3 xícaras por dia. Lembre-se: o excesso nunca é positivo.

Gostou do conteúdo? Você conhecia esta prima do gengibre?

Deixe um comentário com a sua opinião e mostre esta dica para seus amigos.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *